7 de fevereiro de 2009

Português do Brasil



ADJETIVOS PÁTRIOS DOS ESTADOS BRASILEIROS

Acre – acreano
Alagoas – alagoano

Amapá – amapaense
Amazonas – amazonense ou bajé
Bahia – baiano
Brasília – brasiliense

Ceará – cearense

Espírito Santo – espírito-santense ou capixaba

Goiás – goiano

Maranhão – maranhense

Mato Grosso – mato-grossense
Mato Grosso do Sul – mato-grossense-do-sul

Pará – paraense
Paraíba – paraibano

Paraná – paranaense

Pernambuco – pernambucano
Piauí – piauiense
Rio de Janeiro (Estado) – fluminense

Rio Grande do Norte – rio-grandense-do-norte ou norte-rio-grandense ou potiguar

Rio Grande do Sul – rio-grandense-do-sul ou sul-rio-grandense ou gaúcho

Rondônia – rondoniano
Roraima – roraimense

Santa Catarina – catarinense ou catarineta ou barriga-verde

São Paulo (Estado) – paulista

Sergipe – sergipano






Os países que falam a Língua Portuguesa, Brasil, Portugal, Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau e Timor Leste acabam de oficializar uma reforma para unificar a Língua Portuguesa. Certamente cada um desses países tem falares, expressões únicas, as variantes regionais.

O Brasil tem grande pluralidade cultural e um território imenso, por isso seu Português é muito bonito e rico. Palavras de outras línguas foram incorporadas e não falta criatividade ao brasileiro para formar novas combinações com significados diversos. Existem palavras e expressões que são específicas de uma região. Fazem parte de publicações específicas: há o mineirês, o baianês., o gauchês... Aqui as variações lexicais são inúmera. Por exemplo, falar menino, moleque, guri e piá é dizer a mesma coisa, o uso depende da região em que se vive.

A respeito da Língua Portuguesa falada no Brasil, uma vez ouvi um europeu dizer: "Fiquei admirado, visitei o Brasil de Norte a Sul, seu tamanho é gigantesco e a Língua é a mesma em todo o território!" É isso mesmo, não há outra Língua Oficial. Entre brasileiros e portugueses, na fala coloquial, fica clara a preferência dos primeiros pelo uso do gerúndio ao infinitivo bem como dá próclise à ênclise. Os brasileiros dizem: "Eu estou trabalhando, então, por favor, me sirva um cafezinho! Falar assim deve doer dos ouvidos dos portugueses.

Você que fala Português e não é brasileiro saiba que no Brasil os nomes dos acidentes geográficos, montanhas e rios, os nomes de cidades, de plantas, de animais silvestres são a maioria nomes derivados da Língua Tupi-guarani. Minha cidade chama-se Alto Piquiri, porque no município corre o rio Piquiri. Piquiri é o nome de uma palmeira. Só na região onde moro há inúmeras cidades com nomes indígenas. Posso citar uma minoria: Xambrê, Goiô-Erê, Iporã, Umuarama, Maringá, Ivaté, Guairá, Foz do Iguaçu, Cascavel...



Entenda a Língua Portuguesa do Brasil aprendendo o Tupi-guarani


Linguagem popular dos Estados Brasileiros

Ouça falares brasileiros
Fluminense
Nortista
- (vários Estados brasileiros)



Músicas
Asa Branca - Luiz Gonzaga (Região Nordeste)
Florentina - Tiririca (Região Nordeste)
Futeboleiro - Carlinhos Brawn (da Bahia)
Menino da porteira - Tonico e Tinoco (falar caipira) (parte de Minas Gerais, São Paulo e Paraná)
Tempos de guri - Gaúcho da Fronteira (Rio Grande do Sul)





Falar gaúcho


(Os apresentadores do Jornal têm o falar carioca)





Dicionário de baianês









Variações Linguisticas




Postado por tbordignon@bol.com.br

1 comentário:

EternaApaixonada disse...

Provavelmente foi por distração a ausência na listagem inicial:

Estado de Minas Gerais - Mineiro.

E como mineira da gema, nascida na capital do Estado, Belo Horizonte, dei logo pela falta... risos

Fica o adendo.

Abraços

Helô Spitali