29 de setembro de 2008

Barca Bela

Bete Brito, «Pescador solitário»

Pescador da barca bela,

Onde vais pescar com ela.

Que é tão bela,

Oh pescador?

***

Não vês que a última estrela

No céu nublado se vela?

Colhe a vela,

Oh pescador!

***

Deita o lanço com cautela,

Que a sereia canta bela...

Mas cautela,

Oh pescador!

***

Não se enrede a rede nela,

Que perdido é leme e vela

Só de vê-la,

Oh pescador!

***

Pescador da barca bela,

Inda é tempo, foge dela,

Foge dela,

Oh pescador!


Almeida GARRETT

1 comentário:

Bete Brito disse...

Muito bonita a poesia, e obrigado por divulgar meu trabalho, e pela visita em meu site www.betebrito.com . Tenha uma semana iluminada, beijos Bete brito