23 de abril de 2008

Dor verdadeira

(Imagem retirada da net, via Google)

Agora isolada
Escondo-me de tudo
Escondo-me do mundo
Escondo-me de ti
Tento levar as coisas a peito
Sem qualquer preconceito
Mas todos temos problemas
Todos temos fraquezas
Todos temos medo
E o meu maior medo
É sentir a dor
A dor profunda
Aquela que fica para sempre
É sentir a ferida
Aquela que não sara
Aquela que deixa marca
Esse é o meu maior medo
É sentir a dor verdadeira

Daniela Rodrigues - 9º B

1 comentário:

εïзNine Copettiεïз disse...

Olá! Pessoal.
Vi que estiveram em meu blog em busca da lenda da Rosa Azul, que aliás, é a minha preferida, desde criança, e resolvi conhecer o blog de vocês. Fiquei admirada com o projeto! FAzer um blog para divulgar a boa leitura e ainda os trabalhos criativos de seus alunos é um gesto memorável, parabéns!!! O mundo está necessitado de pessoas interessadas em tornar a leitura parte fundamental de nossas vidas!

Só para acrescentar, se interessar a vocês... Essa lenda se encontra no livro de contos "A Serpente de Bronze" do escritor brasileiro Humberto de Campos.

Um forte abraço, e que continuem nesse caminho.